A Materialização da Antijuridicidade na Dogmática Jurídico-Penal: análise desde a teoria crítica do delito

O sócio Salo de Carvalho publicou recentemente na Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) reflexão intitulada “A Materialização da Antijuridicidade na Dogmática Jurídico-Penal: análise desde a teoria crítica do delito”.

O estudo procura demonstrar dois movimentos distintos na teoria do crime: a perversão autocrática das garantias penais e a ampliação democrática dos espaços de liberdade.

O texto completo está disponível aqui.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.