Brazil vaccine scandal posesfresh political threat to Jair Bolsonaro

O jornal americano Financial Times entrevistou nosso sócio Davi Tangerino para falar sobre o caso Covaxin e a ameaça que isso representa ao mandato do presidente Jair Bolsonaro.

A notícia-crime apresentada por três senadores da CPI da Covid, acusando o presidente pelo crime de prevaricação, será avaliada pelo Procurador-Geral da República Augusto Aras, o único que pode dar prosseguimento à abertura de um inquérito.

Como apontou Davi na reportagem, a ofensa é definida como o não cumprimento de um dever por parte de um funcionário público, por motivos de interesse pessoal, com uma pena de até um ano de prisão e uma multa.

Segundo ele, “Augusto Aras poderia solicitar o arquivamento do caso por falta de provas, expandir a investigação ou prosseguir com uma queixa contra o presidente. Se o procurador-geral optar por arquivar o caso, não há nada que o Judiciário possa fazer a respeito”.

Leia a matéria na íntegra: https://lnkd.in/eNATEx4

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.