Tipificar corrupção como crime hediondo não reduz delitos

A pandemia motivou a apresentação neste ano de 17 projetos de lei no Congresso, sendo quatro no Senado e 13 na Câmara dos Deputados, pedindo a ampliação do rol de crimes hediondos. Em entrevista ao JOTA, nosso sócio Davi Tangerino comenta as diferenças no cumprimento da pena quando a pessoa comete um crime hediondo.

“O regime inicial de cumprimento é o fechado, independentemente da pena recebida, e é preciso cumprir mais tempo para progredir de regime”, explica. “Além disso, é preciso cumprir mais tempo de pena para conseguir o livramento constitucional. Em resumo, quem é preso por crime hediondo fica mais tempo preso proporcionalmente quando comparado a outros crimes”.

Confira a reportagem completa: https://lnkd.in/dmasshy

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.