Sobre as memórias de um porteiro de milícias

Em sua coluna no site de notícias jurídicas ConJur, o sócio Davi Tangerino comenta o vazamento de um depoimento feito por um dos porteiros do condomínio do Rio de Janeiro onde têm casas o Presidente Bolsonaro, seu filho Carlos e o Sr. Ronnie Lessa, apontado como autor do homicídio de Marielle Franco e de Anderson Gomes.

Confira aqui a coluna completa.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.